Correr na esteira ou na rua?

Confira o novo artigo do personal Pablo Basso

Por Pablo Basso 24/03/2017 - 11:01 hs

Essa coluna vai especialmente para a galera que está começando a pegar o gosto pela corrida e que provavelmente tem essa dúvida, afinal acho que todos os corredores já se perguntaram sobre isso. O que é melhor, correr na esteira ou na rua?

Quando comecei a me interessar de verdade pela corrida e a querer participar de provas, meus treinos eram quase que 90% feitos dentro da academia na esteira, desde já esclarecendo que isso foi comigo, pelo fato de trabalhar na academia a praticidade era maior (já estava ali mesmo rsrs), não que necessariamente todo mundo deva começar da mesma forma que eu.

Porém, quando algum novo aluno que nunca correu quer começar eu indico fazer uns 2 a 3 treinos na esteira e pelo menos 1 na rua durante a semana, sempre com auxílio de um profissional que entenda sobre a biomecânica da corrida. Sabe por quê? Porque a esteira te dá um controle total do treinamento, assim sendo, seu instrutor pode te orientar com mais precisão sobre a dinâmica da corrida, entrada da passada, movimento dos braços, inclinação do corpo, entre outros inúmeros fatores. Já o treino de rua vai servir para você se ambientar com variações de terreno como: subida, descida, asfalto, etc. O impacto nas articulações é maior e você poderá sentir algum desconforto nos tornozelos, canela, panturrilha e nas coxas.

Achou que era só calçar o tênis e correr né, não é bem assim não!

Conforme sua resistência for aumentando você poderá aumentar também os treinos de rua, mas não precisa deixar totalmente de lado a esteira, alguns treinos que envolvem um controle de velocidade por exemplo, podem ser feitos na esteira, outra opção para o uso da esteira é para aquele praticante que está voltando de lesão, a esteira por ter amortecimento vai diminuir o impacto e você poderá voltar os poucos ao ritmo de treino. Para os mais neuróticos que não gostam de perder treino, nos dias chuvosos a esteira também é uma ótima opção.

Essas são apenas algumas dicas. Lembrando que se você quer começar a correr ou praticar qualquer tipo de atividade física procure sempre um profissional qualificado e tenha em mente que a sua melhora nos treinos sempre será gradativa, respeite seus limites e bons treinos.

  

 

Pablo Basso – Formado em Educação Física pela Universidade de Araraquara (UNIARA), é triatleta amador, personal trainer e instrutor na Crossfit Araraquara.