Ibitinga: Morte de peixe no Jacaré-Guaçu gera coleta de água para investigação

Pescadores fotografaram vários pontos de mortalidade no rio; investiga-se possível poluição do rio

Por Redação 12/01/2018 - 08:45 hs
Foto: Sueli Cassiano
Ibitinga: Morte de peixe no Jacaré-Guaçu gera coleta de água para investigação
PEIXES FORAM ACHADOS MORTOS EM ALGUNS PONTOS DO RIO.

Pode ser por causas naturais, mas a recente denúncia sobre mortalidade de peixes no rio Jacaré-Guaçu, em Ibitinga, gerou investigação por parte do poder público para verificar as causas. Pescadores localizaram diversos pontos da mortalidade de peixes no rio.

Diante de fotos alertando sobre a questão, a Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente fez a coleta da água e enviou o material para a USP-Bauru, que deverá fazer teste e verificar se há contaminação na água.

Por enquanto, as autoridades dizem que não há com que se preocupar. A própria Polícia Ambiental alega que este pode ser um fenônimo natural causado quando o nível do rio sobe muito e depois desce para o nível normal, trazendo sedimento e oxiginação acima do normal na água, provocando a morte de peixes.

No entanto, a investigação quer se precaver de que não haja mortalidade por meio de poluição. O laudo da USP deve ficar pronto em até 30 dias.