Confira dicas de como medicar corretamente os pets

Saiba o que fazer e, principalmente, o que não fazer na hora de dar algum remédio para o seu bichinho.

Por Redação 12/03/2018 - 08:25 hs

Quem tem animal de estimação sabe o sufoco que é na hora de dar algum remédio. Alguns são mais tranquilos, mas outros dão "um baile" na hora de engolir um comprimido ou tomar algum outro remédio.

Mas, afinal, existe algum jeito "infalível" de fazer isso? Uma das técnicas mais usadas é esconder o comprimido dentro de alguma comida. A Patrícia Muniz, dona do Cisquinho, diz que é a solução que mais dá certo. “Costumo misturar no meio dos sachês e eles adoram”, garante.

Dona da Brenda, da Pretinha e da Meg, a empresária Cyndi Rosa diz que o método também funciona muito bem com as cachorrinhas. “Dou um pedacinho de alguma coisa que elas gostem muito. Aí logo em seguida, dou outro pedaço com o comprimido dentro. Elas nem percebem.”

No entanto, é preciso ter atenção, pois, além do disfarce não ser sempre eficiente, se o animal perceber que está sendo “enganado” e não ingerir todo o alimento, ele receberá uma subdosagem do medicamento.

Segundo o médico veterinário Juliano Caçador, não são todos os medicamentos que podem ser dados junto a alimentos e, por isso, é extremamente recomendado checar com um profissional antes. "É importante ficar atento também para a doença que está sendo tratada. Em alguns casos, existem certos alimentos que o animal não pode ingerir", diz.

O veterinário também alerta para os riscos de diluir o remédio. "Diluir não é a opção mais indicada, pois cada medicamento tem suas particularidades. Quando diluímos, podemos causar alterações no tempo de ação no organismo", afirma.

A médica veterinária Thais Helena Desjardins Bergonso enfatiza, ainda, que, diluir pode deixar o medicamento com um gosto amargo, o que pode causar vômitos.

A fotógrafa Carolina Rohwedder, dona dos gatos Renoir, Amora e Mia, usa o método de colocar o comprimido diretamente na boca.

“Às vezes, costumo usar aquela técnica de pegar por trás do pescoço e colocar o comprimido no cantinho da boca. Com o Renoir e a Amora deu certo, mas a Mia... Nem com reza vai!”, diz.

A técnica é muito utilizada com gatos, mas é preciso realizar o procedimento da forma correta. "É preciso colocar o comprimido bem no fundo da garganta, acessando pela lateral da boca", explica o veterinário. Não é recomendado tampar a boca do animal, pois pode fazer com que ele se apavore para respirar.