Risco de desabastecimento provoca corrida aos postos de combustíveis

Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, recebeu combustível, mas a reserva para abastecer os aviões só deve durar até a noite de sexta-feira (25).

Por Redação 24/05/2018 - 09:19 hs

Os protestos dos caminhoneiros e o risco de desabastecimento em vários setores provocaram corrida aos postos de combustíveis de São Paulo na noite desta quarta-feira (23). Filas de carros foram registradas inclusive no início da madrugada desta quinta (24) em várias regiões da capital.

Segundo a Federação Nacional do Comércio de Combustíveis e de Lubrificantes (Fecombustíveis), já foram registrados casos de desabastecimento no Rio de Janeiro, cidades do Rio Grande do Sul e no Distrito Federal.

Outros estados também registraram o problema, como Minas Gerais e Tocantins. No Mato Grosso, por exemplo, a falta de combustíveis afetou o transporte escolar em Primavera do Leste, onde a prefeitura decidiu suspender o serviço de algumas escolas.

No Recife, houve redução no número de ônibus em circulação, enquanto foram registrados atrasos em linhas de cidades de São Paulo.

Há ainda um alerta sobre os combustíveis para aviões. Segundo a Infraero, 5 aeroportos no Brasil têm combustível suficiente para operar somente até esta quarta-feira, enquanto outros 6 têm para, no máximo, dois dias.

Congonhas, em São Paulo, recebeu combustível, mas a reserva para abastecer os aviões só deve durar até a noite de sexta (25).